Terça, 11 de dezembro de 2018
Contato:(75) 9 8834-6881 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com

28º

Min 21º Max 29º

Claro

Itaberaba - BA

às 13:22
Política

17/02/2018 ás 11h25

Itaberaba em Foco

Itaberaba / BA

BOMBA: PT deve desistir de candidatura a presidente.
Nos bastidores, o nome do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) tem mais força para ter o apoio do PT na corrida presidencial. O ex-governador da Bahia e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), já chegou a dizer que é o pedetista é um “bom candidato”. 
BOMBA: PT deve desistir de candidatura a presidente.

O Governador Rui Costa sinalizou que o Partido dos Trabalhadores pode abrir mão, pela primeira vez, de uma candidatura a presidente da República. Segundo ele, se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) for impedido de disputar o pleito deste ano pela Justiça, o PT pode apoiar um aliado. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Rui Costa ressaltou, porém, que sua sigla tem nomes com força suficiente para assumir a candidatura, caso Lula seja barrado.


Há sim. [Mas] o nome não precisa ser do PT. Pode ser uma pessoa que tenha a mesma concepção de distribuição de renda e desenvolvimento”, disse o petista, que evitou, no entanto, citar quem pode receber o aval do partido.


Nos bastidores, o nome do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) tem mais força para ter o apoio do PT na corrida presidencial. O ex-governador da Bahia e secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT), já chegou a dizer que é o pedetista é um “bom candidato”. 


Ainda na entrevista, Rui Costa disse que haverá um aumento da “insatisfação” do povo com o Judiciário, se o ex-presidente Lula for barrado. “Em nenhum país desenvolvido ele teria sido condenado. Não há prova, mensagem de celular, bilhete, registro de cartório. Ele nem sequer dormiu uma noite no apartamento. O juiz o condenou dizendo que estava convencido de que ele aceitaria o apartamento. O que estão fazendo é uma perseguição histórica. Algo semelhante só ocorreu com Getúlio Vargas. Isso vai ficar mais claro na campanha”, salientou.


Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) manteve a decisão do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelo processo da Lava Jato na primeira instância, e ampliou a pena de nove anos e seis meses para 12 anos e um mês para Lula.


Com a permanência da punição, o ex-chefe do Palácio do Planalto deve ter a candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium