Sábado, 23 de junho de 2018
Contato:(75) 9 9911-5583 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com

26º

Min 17º Max 27º

Parcialmente nublado

Itaberaba - BA

às 14:43
Política

28/02/2018 ás 14h32 - atualizada em 28/02/2018 ás 15h56

Itaberaba em Foco

Itaberaba / BA

Polícia Federal desconfiou de R$ 75 mil a mais em compra do sítio de Atibaia.
O laudo da PF aponta que a propriedade foi comprada em 2010 por Fernando Bittar, filho de um aliado político de Lula, e Jonas Suassuna, sócio de um dos filhos do petista, pelo valor de R$ 1,5 milhão.
Polícia Federal desconfiou de R$ 75 mil a mais em compra do sítio de Atibaia.

O sítio de Atibaia (SP), atribuído ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi vendido por um valor um pouco acima da avaliação de mercado para a época e gerou desconfiança de peritos da Polícia Federal.


O laudo da PF aponta que a propriedade foi comprada em 2010 por Fernando Bittar, filho de um aliado político de Lula, e Jonas Suassuna, sócio de um dos filhos do petista, pelo valor de R$ 1,5 milhão. Segundo a PF, o sítio, na ocasião da compra, valia cerca de R$ 1,425 milhão.


O PF argumenta que a diferença no valor - de pouco menos de R$ 75 mil - leva a "algumas observações importantes". Uma delas é a de que o antigo proprietário do sítio, o empresário Adalton Santarelli, não havia colocado a propriedade à venda, mas tinha sido procurado por interessados. "Condição particular que usualmente eleva o valor final de negociação de uma propriedade", anotaram no laudo, anexado ao processo na última segunda-feira (26).

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium