domingo, 18 de novembro de 2018
Contato:(75) 9 8834-6881 Zap: (75) 9 9911-5583 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com

31º

Min 22º Max 32º

Muito nublado

Itaberaba - BA

às 13:17
Política

27/06/2018 ás 10h39

Itaberaba em Foco

Itaberaba / BA

Fernando Collor desiste de ser candidato a Presidente do Brasil.
Collor só teve destaque no noticiário eleitoral quando pesquisa do instituto Datafolha apontou seu nome como o mais rejeitado pelos eleitores.
Fernando Collor desiste de ser candidato a Presidente do Brasil.

O senador e ex-presidente Fernando Collor (PTC-AL) não será mais candidato à Presidência nas eleições 2018 – embora para muitos a surpresa tenha sido descobrir, agora, que ele estava disposto a disputar novamente o cargo mais alto da República. Um dos indícios de que a pré-candidatura de Collor estava passando despercebida é que o comunicado oficial do partido, dizendo que a legenda não teria candidatura própria à Presidência, está no site do PTC desde o dia 20, mas só chamou atenção nesta terça-feira, 26, cinco dias depois, quando o site Poder 360 publicou nota sobre o assunto. 


O comunicado, assinado pelo presidente da legenda, Daniel Tourinho, diz que “sobrevivência” do partido foi um dos motivos para a desistência da candidatura própria. Segundo Tourinho, “a principal luta da instituição” será atingir ao menos 1,5% dos votos válidos para a Câmara (em nove Estados ou eleger pelo menos nove deputados em nove Estados). Com isso, a sigla ultrapassaria a chamada cláusula de barreira, aprovada na reforma eleitoral no ano passado e que restringe o acesso dos partidos ao Fundo Partidário.


O nome de Collor não é citado na nota do partido. O ex-presidente não comentou a decisão nem fez qualquer menção ao fato em suas redes sociais. Até onde se sabe, ele também pouco fez pela própria pré-campanha. No período em que os interessados na disputa estavam se desdobrando em ações públicas e de marketing, Collor preferiu viajar em missão oficial à Coreia do Norte – com o objetivo de reorganizar a embaixada brasileira em Pyongyang.


Collor só teve destaque no noticiário eleitoral quando pesquisa do instituto Datafolha apontou seu nome como o mais rejeitado pelos eleitores. 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium