E-mail

itaberabaemfoco@gmail.com

WhatsApp

Contato:(75) 9 8834-6881

Corrupção

Haddad contrata gráfica envolvida em corrupção e que teve dono preso.

O dono da gráfica, Dalmi Fernandes Defanti Junior, chegou a ser preso em 2015 durante a operação

18/10/2018 17h09Atualizado há 7 meses
Por: Itaberaba em Foco

campanha de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República contratou uma gráfica envolvida em casos de corrupção e que já teve o dono preso.

A gráfica Print, de Cuiabá (MT), aparece em investigações no Mato Grosso, incluindo uma como destinatária de ilegal de dinheiro do frigorífico JBS.

A empresa foi contratada pela campanha de Haddad para o fornecimento de impressos e adesivos, no valor de R$ 111 mil, de acordo com o site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Além dela, a campanha petista, que é bancada com verba pública, gastou cerca de R$ 8 milhões com corporações com conexão com a Lava Jato.

A operação investigava fraude em licitação de R$ 40 milhões para serviços gráficos para a Secretaria de Comunicação do governo matogrossense. A prisão ocorreu porque eles teriam apagado arquivos que mostravam que prestaram serviços para o governo.

O dono da gráfica, Dalmi Fernandes Defanti Junior, chegou a ser preso em 2015 durante a operação "Edição Extra", junto com os irmãos dele, Fábio e Jorge Defanti.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Últimas notícias
Mais lidas