Segunda, 10 de dezembro de 2018
Contato:(75) 9 8834-6881 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com

24º

Min 21º Max 27º

Parcialmente nublado

Itaberaba - BA

às 19:24
Política

24/11/2018 ás 18h46

Itaberaba em Foco

Itaberaba / BA

Ministério Público pede condenação de Aécio Neves e bloqueio de R$ 11 milhões em bens.
Segundo o Ministério Público, o valor refere-se a gastos com aeronaves oficiais, piloto e combustível, que teriam sido utilizados sem justificativa para uso particular.
Ministério Público pede condenação de Aécio Neves e bloqueio de R$ 11 milhões em bens.

O Ministério Público de Minas Gerais recorreu a Justiça para pedir que o senador Aécio Neves devolva aos cofres públicos cerca de R$ 11,5 milhões referentes a gastos com cerca de 1.337 voos no período em que ele era governador de Minas Gerais. Na Ação Civil Pública o MP pede que o senador seja condenado por improbidade administrativa. 


Segundo o Ministério Público, o valor refere-se a gastos com aeronaves oficiais, piloto e combustível, que teriam sido utilizados sem justificativa para uso particular. O MP afirma ainda que passageiros dos deslocamentos não foram identificados nas prestações de contas e pede o bloqueio dos bens de Aécio até o valor total da ação: R$11.521.983,26 para garantir a restituição.


A assessoria do senador afirma, por meio de nota, que a ação é “incompreensível”, pois estão sendo analisados todos os voos realizados nos dois mandatos de Aécio como governador:  “O senador Aécio Neves considera incompreensível e incoerente a manifestação de promotores do MP de Minas Gerais que questiona os voos feitos no Governo Aécio Neves há mais de 10 anos sendo que o mesmo MP por seu órgão máximo considerou, 6 meses atrás, legais voos feitos pelo atual Governador Fernando Pimentel amparado no mesmo decreto que agora é desprezado”. 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium