Quinta, 18 de outubro de 2018
Contato:(75) 9 8834-6881 Zap: (75) 9 9911-5583 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com

21º

Min 21º Max 33º

Parcialmente nublado

Itaberaba - BA

às 04:07
Editorial

15/03/2017 ás 09h22

Itaberaba em Foco

Itaberaba / BA

Reforma da Previdência é necessária!
Faz-se necessário reformar a previdência. Este é o ponto inafastável. Para que o trabalhador que labora uma vida inteira de fato não venha a perecer. Desde há muito se sabe disto.
Reforma da Previdência é necessária!

Carta aberta 


Porquanto, qual de vós, desejando construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o custo do empreendimento, e avalia se tem os recursos necessários para edificá-la? ... Ou ainda, qual é o rei que, pretendendo partir para guerrear contra outro rei, não se assenta primeiro para analisar se com dez mil soldados poderá vencer aquele que vem enfrentá-lo com vinte mil?  Lucas 14, 25-35, Bíblia. 


 


Senhor Michel Temer – Senhores Manifestantes. Senhores.


 


   Faz-se necessário reformar a previdência. Este é o ponto inafastável. Para que o trabalhador que labora uma vida inteira de fato não venha a perecer. Desde há muito se sabe disto. FHC o controlador da economia e do plano real não a reformou. Lula, o presidente mais popular do Brasil, na ótica de muitos defensores também não realizou. Dilma também não. Agora, senhor Michel – senhores manifestantes, é necessário que se efetue as devidas reformulações. No entanto, faz-se indispensável que se discuta como fazê-la. O trabalhador deve ser ouvido ao tempo em que deve ter voz ativa, além da participação representativa de seus deputados. Aqui não é o caso apenas de se fazer políticas públicas e melhoria da vida coletiva por meio destes, mas, diretamente ou também pelos interessados. O povo precisa atuar naquilo que pode ser no porvir, a sua segurança ou a sua tragédia. O Projeto de Emenda Constitucional 287, que trata da reforma previdenciária deve ser, inesgotavelmente, discutida, debatida e melhorado em seus aspectos gerais e específicos. Tudo para o bem comum da coletividade. 


      Para ambos os destinatários desta carta, mais aos manifestantes, é necessário se registrar e asseverar, também, que é preciso se adotar outras maneiras de protestos que não o de parar e estagnar mais ainda o País que vai cambaleante nesta situação especifica.


      Alguns contrários à reforma do jeito em que se anuncia, vai até bem nas suas defesas, mas, derrepentemete pede a volta de Lula, deste e daquele político. Partidarizando o que não se pode sob hipótese alguma ser da maneira destes. A reforma deve ser apolítica? Não. De maneira nenhuma. Porém, deve rigorosamente, ser apartidária. O pecado de tudo reside no viés partidarista. Outro fato é que, a pressão popular deve ser exercida nos seus representantes, senhores dos votos e da escolha desta ou daquela proposta e não sobre o presidente da república. Por fim, o ônus ou bônus, o erro ou acerto de tudo deve ser creditado ou debitado na conta dos deputados. 


Por Rogério Lima.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Direito em Foco

Direito em Foco

Blog/coluna Rogério Lima é Bacharel em Direito, escritor e opina sobre diversos temas.
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium