Barbaridade

Menina de 10 anos morre após ser espancada por colegas na saída da escola.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. A Secretaria de Estado de Educação (SED) disse, em nota, que está acompanhando as investigações.

08/12/2018 08h12
Por: Itaberaba em Foco

Morreu nesta sexta-feira (07), a estudante Gabrielly Ximenes, de 10 anos, que foi espancada na saída da escola por três adolescentes, no município de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

A menina era estudante do 4º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Lino Villachá. Na última quinta-feira (29), o pai de Gabrielly foi buscá-la na escola quando a encontrou deitada no chão, a aproximadamente 100 metros de distância da escola, chorando de dor.

Ela foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para a Santa Casa da cidade. Lá ela passou por exames, foi medicada e liberada.

Segundo o pai da criança, na última terça-feira (04) Gabrielly reclamou de muitas dores e acabou retornando para a Santa Casa. A menina chegou ao local em estado grave e foi internada às pressas para a retirada de uma secreção das pernas que atingiu o pulmão. Ela teve sete paradas cardíacas e acabou morrendo.

Segundo informações da família, a briga teria começado após uma das colegas chamar a mãe de Gabrielly de “prostituta”. Segundo o pai da vítima, as meninas usaram uma mochila com um “objeto pontudo” para espancá-la.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. A Secretaria de Estado de Educação (SED) disse, em nota, que está acompanhando as investigações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Últimas notícias
Mais lidas