Quarta, 22 de novembro de 201722/11/2017
Contato:(75) 9 9911-5583 E-mail itaberabaemfoco@gmail.com
GERAL
Um em cada 10 estupros registrados no país ocorre em pessoas com deficiência
O estado do Tocantins foi o que registrou a maior taxa de estupro de deficientes no país. Em segundo lugar, está o Acre e, em terceiro, o Rio Grande do Sul.
Itaberaba em Foco Itaberaba - BA
Postada em 11/09/2017 ás 13h08
Um em cada 10 estupros registrados no país ocorre em pessoas com deficiência

Um levantamento feito pelo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde, publicado nessa segunda-feira (11) pelo jornal Folha de São Paulo, mostrou que 1 em cada 10 estupros registrados no país ocorrem com pessoas deficientes.


A pesquisa, feita em hospitais públicos e privados, concluiu que entre 2011 e 2016 o número de deficientes estuprados praticamente dobrou no Brasil, passando de 941 para 1.803. De acordo com o Ministério da Saúde, isso não significa que mais casos estão acontecendo, mas que as pessoas estão notificando mais as agressões.


O estado do Tocantins foi o que registrou a maior taxa de estupro de deficientes no país. Em segundo lugar, está o Acre e, em terceiro, o Rio Grande do Sul.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium