E-mail

itaberabaemfoco@gmail.com

WhatsApp

Contato:(75) 9 8834-6881

Caso de Polícia
Professora é detida por chamar eleitor de Bolsonaro de ‘preto e pobre’.
A mulher foi autuada por injúria racial e detida. Horas depois, ela pagou fiança e foi liberada.
23/10/2018 15h10
Por: Itaberaba em Foco

Uma professora foi detida e denunciada por injúria racial após um bate-boca sobre política. Gilmara Craveiro de Vasconcelos teria chamado um homem de “pobre e preto” e que não sabia votar.

O bate-boca começou após Policarpo se posicionar como eleitor do presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL. Um vídeo com parte da discussão foi publicado nas redes sociais.

A polícia foi chamada e os dois envolvidos na confusão foram encaminhados para a delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência.

O homem foi liberado e a mulher foi autuada por injúria racial e detida. Horas depois, ela pagou fiança e liberada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Publicidade:
Mais Gelo
Últimas notícias
Mais Gelo
Mais lidas