PENSÃO VITALÍCIA

Presidente Bolsonaro assina medida que dá pensão vitalícia para crianças anencéfalas vítimas da zika.

De acordo com a lei que regulamenta o benefício de prestação continuada, que equivale a um salário mínimo por mês, o beneficiário não pode trabalhar; já na pensão vitalícia, não existe esta restrição.

05/09/2019 13h39
Por: Itaberaba em Foco

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou nesta quarta-feira (04) uma medida provisória que transforma em pensão vitalícia o benefício de prestação continuada dado às crianças anencéfalas, vítimas do vírus da zika.

A decisão, que foi um pedido da primeira-dama Michele Bolsonaro ao marido, possibilita que mães de filhos que tiveram sequelas por conta do zika vírus possam trabalhar. De acordo com a lei que regulamenta o benefício de prestação continuada, que equivale a um salário mínimo por mês, o beneficiário não pode trabalhar; já na pensão vitalícia, não existe esta restrição. 

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, afirmou que Michelle agora cobra do Governo que os Centros-Dias sejam ampliados e que possam atender essas crianças por mais tempo, dando maior tranquilidade para que estas mães possam ter uma rotina mais comum de trabalho.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.