SALVADOR

Professora que trocou fotos e vídeos de cunho sexual com aluna em escola na Bahia é liberada e não vai responder por crime.

O advogado afirma, ainda, que espera que a escola a receba de volta após ter suspendido o contrato de estágio da jovem.

06/09/2019 20h37Atualizado há 2 meses
Por: Itaberaba em Foco

O professora estagiária de matemática, acusada de trocar fotos, vídeos e áudios de conteúdos sexuais com uma aluna de 13 anos, foi liberada em audiência de custódia e não vai responder por nenhum crime.

Segundo o advogado, o parecer do Ministério Público (MP-BA) é de que a professora não cometeu crime: “O fato imputado a ela não se consistiu crime. Era uma injutiça com essa moça, a conduta dela não foi criminosa e nem socialmente repróvavel. Ela é uma pessoa que está sendo restituida plenamente na sua condição de cidadã muito boa”.

O advogado afirma, ainda, que espera que a escola a receba de volta após ter suspendido o contrato de estágio da jovem.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.