EDITORIAL DE GUERRA

Recuar também é uma estratégia de guerra.

Em trecho retirado do livro A Arte da Guerra, um famoso estrategista e filosofo afirmou “Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando esperar”

Política em Foco

Política em Foco Gute Mandinga, Cristão, empresário, servidor público, Bacharel em Administração. Crítico político e opina sobre diversos temas.

15/01/2020 21h28Atualizado há 1 semana
Por: Itaberaba em Foco
Fonte: Editorial Gute Mandinga

A vida por si só te proporciona batalhas diárias, na qual nos remete em situações que precisamos tomar decisões a todo instante.

Decisões como esta pode envolver o singular e o plural de forma devastadora, razão e emoção vão está a quase todo o instante em conflito.

Em trecho retirado do livro A Arte da Guerra, um famoso estrategista e filosofo afirmou “Triunfam aqueles que sabem quando lutar e quando esperar”.

A Bíblia, Livro Sagrado, relata que Deus sempre determinava quem participaria na guerra.

Os servos de Deus deviam esperar pacientemente o tempo determinado por Deus para lutar contra a opressão e a maldade em volta deles. Até que esse tempo chegasse, não deviam decidir por conta própria. Quando faziam isso, eles perdiam a aprovação de Deus.

Acontece que por ego e vaidade, decidimos provocar as nossas próprias guerras com nossas próprias forças. No entanto, quando nos falta estratégia e a derrota é inevitável, nos vitimizamos, culpando aqueles que nunca tiveram obrigação de guerrear nossas lutas.

Recue! Recue! Não confie no seu próprio entendimento. Deixa Deus agir, se a batalha for D’ele, Ele guerreará ao nosso favor no momento certo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Publicidade Sabor do Caldo:
Publicidade Rafael Celulares:
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas