Geral DISCRIMINAÇÃO

Homem que humilhou motoboy pode ter que pagar multa de R$ 28 mil

O caso é investigado como discriminação racial pela Secretaria de Justiça e Cidadania de São Paulo.

23/08/2020 10h31 Atualizada há 1 mês
Por: Itaberaba em Foco
Homem que humilhou motoboy pode ter que pagar multa de R$ 28 mil

O homem que humilhou um motoboy dentro de um condomínio de Valinhos, no interior de São Paulo, pode ter que pagar multa de R$ 28 mil pelas agressões verbais. O caso é investigado como discriminação racial pela Secretaria de Justiça e Cidadania de São Paulo.

O titular da pasta, Paulo Dimas Mascaretti, afirmou que a legislação estadual autoriza sanção administrativa em casos de discriminação. O agressor, Mateus Almeida Prado, terá um prazo para apresentar sua defesa e, conforme julgamento da comissão, será decidido qual sanção será aplicada.

Nós consideramos que esse tipo de discriminação em razão da cor, da raça, pode representar crime e também infração administrativa. Isso por conta de uma lei estadual, que temos desde 2010, que permite esse tipo de punição. Esse processo administrativo é instaurado e tem o seu desfecho independentemente de uma eventual sanção criminal que ocorra no âmbito judiciário”, afirma Mascaretti.

Em relação à investigação criminal, a Polícia Civil informou que aguarda os laudos de sanidade mental do agressor para concluir o inquérito e encaminhar à Justiça. Familiares do homem afirmam que ele tem esquizofrenia.

O caso aconteceu no começo deste mês, quando o morador do condomínio insultou o entregador de 19 anos chamando-o de lixo e semianalfabeto. O contabilista também afirmou que o trabalhador tinha inveja do condomínio em que ele mora e da sua cor.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.